ARTIGO EDU.KARTADO

ARTIGO EDU.KARTADO

Monitoramento ambiental: o que é, como fazer, app, tipos e atividades aplicadas

O monitoramento ambiental é uma prática que serve como um barômetro para a saúde do nosso planeta. Ele envolve a coleta de dados sobre variáveis ambientais como qualidade do ar, qualidade da água, níveis de poluição, biodiversidade e muito mais, para avaliar o estado atual dos ecossistemas e prever possíveis mudanças futuras. Os benefícios dessa prática são inúmeros e multifacetados.

Primeiramente, o monitoramento ambiental ajuda a identificar tendências negativas precocemente, permitindo intervenções. Por exemplo, se uma fonte de água começa a mostrar níveis elevados de poluição, ações podem ser tomadas para identificar e eliminar a fonte do problema.

Além disso, a prática informa políticas públicas e auxilia governos e organizações na tomada de decisões fundamentadas. Isso é crucial para o desenvolvimento sustentável e a preservação dos recursos naturais para gerações futuras.

Também serve como uma ferramenta educacional, conscientizando o público sobre questões ambientais e incentivando práticas mais sustentáveis.

Enfim, se  você está interessado em aprofundar seus conhecimentos sobre esse tópico vital, temos um guia completo esperando e preparado pela equipe da Kartado.

Nosso artigo oferece informações aprofundadas, práticas e conselhos especializados para ajudá-lo a entender melhor a importância e a mecânica do monitoramento ambiental. Vamos lá?

O que é monitoramento ambiental?

O monitoramento ambiental é o processo sistemático de coleta, análise e interpretação de dados relacionados a diversos aspectos do ambiente, como qualidade do ar e da água, condições do solo, biodiversidade, e muito mais.

Esta prática envolve uma série de técnicas e métodos, desde observações diretas e coletas de amostras até o uso de tecnologias avançadas, como sensores remotos e modelos computacionais. O objetivo é avaliar o estado atual dos ecossistemas e compreender como as atividades humanas e outros fatores estão afetando o meio ambiente.

Para que serve e objetivos do monitoramento ambiental?

O monitoramento ambiental serve para vários propósitos e objetivos cruciais. Primeiramente,ajuda a identificar mudanças ambientais e possíveis tendências, fornecendo informações que podem ser usadas para intervenções e políticas.

Além disso, os dados coletados auxiliam na conformidade com as leis e regulamentos ambientais, assegurando que os padrões de qualidade e segurança sejam mantidos. Outro objetivo importante é a educação e conscientização do público.

Os resultados do monitoramento frequentemente são divulgados para informar as pessoas sobre o estado do ambiente em que vivem, incentivando práticas mais sustentáveis. Em resumo, o monitoramento ambiental é uma ferramenta vital para a gestão e conservação eficaz dos recursos naturais.

Quais as atividades aplicadas no monitoramento ambiental?

O monitoramento ambiental envolve uma gama de atividades diversificada, dependendo do que exatamente está sendo monitorado. Algumas das atividades comuns incluem:

  • Coleta de amostras: Amostras de água, ar, solo e materiais biológicos são frequentemente coletadas para análise em laboratório.
  • Uso de sensores: Sensores são instalados em diversos locais para monitorar condições como temperatura, qualidade do ar, níveis de radiação, entre outros.
  • Monitoramento remoto: Satélites e drones estão sendo cada vez mais utilizados para coletar dados em áreas de difícil acesso ou para obter uma visão mais ampla de grandes ecossistemas.
  • Estudos de impacto ambiental: Antes de grandes projetos de desenvolvimento, estudos são realizados para prever e avaliar o impacto ambiental que essas atividades poderão ter.
  • Auditorias e inspeções: As auditorias são realizadas para assegurar que as empresas e indústrias estejam cumprindo as leis e regulamentos ambientais.
  • Modelagem e simulação: Softwares são frequentemente utilizados para simular diferentes cenários com base nos dados coletados, ajudando a prever futuras mudanças ou impactos ambientais.
  • Relatórios e documentação: Toda a informação coletada é geralmente compilada em relatórios detalhados que são usados para análise, planejamento e tomada de decisão.

Cada uma dessas atividades contribui para uma compreensão mais clara e abrangente do estado do nosso meio ambiente, possibilitando ações mais informadas para a sua preservação.

O monitoramento ambiental deve ser previsto em que fase do licenciamento ambiental?

O monitoramento ambiental é uma componente do licenciamento ambiental e geralmente é previsto na fase de “Licença de Operação” (LO). Esta é a etapa final do processo de licenciamento e ocorre após as fases de “Licença Prévia” (LP) e “Licença de Instalação” (LI).

A Licença de Operação é concedida quando o empreendimento ou atividade já está em conformidade com as especificações contidas nos planos, programas e projetos aprovados e é seguido de um período regular de monitoramento e auditorias ambientais.

O objetivo deste monitoramento é assegurar que a operação esteja em conformidade contínua com todas as normas e regulamentos ambientais. Envolve a coleta e análise de amostras de água, solo e ar, bem como o acompanhamento da fauna e flora locais, para avaliar o impacto da atividade ou empreendimento no meio ambiente.

Este procedimento ajuda tanto na prevenção quanto na mitigação de possíveis danos ambientais, garantindo a sustentabilidade do projeto.

Quais tipos de monitoramento ambiental?

Confira, abaixo, a lista que a Kartado separou com os principais tipos de monitoramento ambiental.

Monitoramento de ativos em infraestrutura

O monitoramento de ativos em infraestrutura assegura a integridade de estruturas como barragens, pontes, estradas e instalações industriais. Este tipo de monitoramento usa tecnologias como sensores e sistemas de informação geográfica (GIS) para acompanhar as condições dos ativos e prever possíveis falhas.

A importância disso é dupla: primeiro, para garantir a segurança humana e, segundo, para minimizar o impacto ambiental de uma falha.

Monitoramento da qualidade do ar

A qualidade do ar é uma preocupação de saúde pública crescente, com a Organização Mundial da Saúde estimando que 9 em cada 10 pessoas no mundo respiram ar poluído.

O monitoramento da qualidade do ar permite a detecção de poluentes como partículas em suspensão, dióxido de enxofre e monóxido de carbono, fornecendo dados para tomadas de decisão informadas sobre redução da poluição e proteção à saúde pública.

Monitoramento da qualidade da água

Segundo dados da ONU, cerca de 2,2 bilhões de pessoas no mundo não têm acesso a serviços seguros de água potável. O monitoramento da qualidade da água é vital para identificar contaminações, como a presença de metais pesados, produtos químicos industriais ou patógenos.

Monitoramento da qualidade do solo

O solo é uma parte super importante no ecossistema global, afetando tudo, desde a agricultura até os ciclos do carbono e da água. O monitoramento da qualidade do solo envolve a análise de elementos como pH, nutrientes, e presença de substâncias tóxicas.

Este monitoramento é essencial para a gestão sustentável da terra e para a mitigação dos impactos de práticas como mineração e agricultura intensiva.

Monitoramento da biodiversidade

A biodiversidade é um indicador importante da saúde ecológica. De acordo com o Relatório Planeta Vivo de 2020, a população global de espécies de vertebrados selvagens caiu 68% entre 1970 e 2016.

O monitoramento da biodiversidade ajuda a compreender o impacto das atividades humanas nos ecossistemas, fornecendo dados para a conservação e restauração de habitats.

Monitoramento de ruído ambiental

O ruído ambiental é muitas vezes uma consequência indesejada de atividades industriais e infra estruturais. Estudos têm mostrado que a exposição a altos níveis de ruído pode ter efeitos negativos na saúde humana, incluindo estresse e doenças cardiovasculares.

O monitoramento de ruído possibilita avaliar os níveis sonoros em áreas específicas, levando a medidas de mitigação como barreiras de som ou restrições de horário para atividades ruidosas.

Monitoramento de resíduos sólidos

O monitoramento de resíduos sólidos envolve o rastreamento do descarte, armazenamento e reciclagem de resíduos, sejam eles industriais, domésticos ou perigosos. De acordo com o Banco Mundial, o mundo gera 2,01 bilhões de toneladas de resíduos sólidos por ano.

Esse tipo de monitoramento minimiza, assim, o impacto ambiental, como a contaminação do solo e da água, e para otimizar as práticas de reciclagem e descarte.

Monitoramento de radiação ambiental

O monitoramento da radiação ambiental é especialmente relevante em áreas próximas a instalações nucleares ou locais de desastres radioativos. Serve para detectar níveis de radiação que possam ser prejudiciais à saúde humana e ao meio ambiente.

Após o desastre de Fukushima em 2011, o monitoramento de radiação tornou-se uma prioridade global para avaliar os riscos e mitigar os impactos em longo prazo.

Monitoramento de eventos climáticos e meteorológicos

Com as mudanças climáticas representando uma ameaça global, o monitoramento de eventos climáticos e meteorológicos tornou-se mais importante do que nunca.

Este monitoramento permite uma melhor preparação e resposta a eventos extremos, como furacões, inundações e incêndios florestais.

Segundo o Global Climate Risk Index 2021, mais de 475.000 mortes foram causadas diretamente por mais de 11.000 eventos climáticos extremos entre 2000 e 2019.

Artigos sobre gestão: 

Monitoramento de poluentes atmosféricos

Poluentes atmosféricos como partículas finas (PM2.5) e dióxido de enxofre (SO2) têm impactos significativos na saúde humana e no meio ambiente. A Organização Mundial da Saúde (OMS) estima que a poluição do ar mata cerca de 7 milhões de pessoas por ano.

O monitoramento desses poluentes ajuda as autoridades a implementar medidas de controle e fornecer avisos à população, além de contribuir para pesquisas que visam reduzir a emissão dessas substâncias.

Monitoramento de ecossistemas aquáticos e terrestres

A saúde dos ecossistemas aquáticos e terrestres é vital para a biodiversidade e para os serviços ecossistêmicos que sustentam a vida humana, como a purificação da água e a polinização de plantas.

De acordo com a Lista Vermelha da União Internacional para a Conservação da Natureza (IUCN), mais de 37.400 espécies estão ameaçadas de extinção. O monitoramento desses ecossistemas ajuda na identificação de mudanças adversas, permitindo a implementação de estratégias de conservação.

Cada tipo de monitoramento ambiental desempenha um papel na proteção da nossa saúde e do planeta. Essas práticas de monitoramento fornecem dados essenciais para a tomada de decisões informadas, tanto para o público quanto para os tomadores de decisão, contribuindo assim para um futuro mais sustentável.

Benefícios e vantagens do monitoramento ambiental

Qual a importância do monitoramento ambiental? Confira, abaixo, os principais motivos e importância do monitoramento ambiental.

Detecção de poluentes e substâncias tóxicas

Um dos principais benefícios do monitoramento ambiental, especialmente relevante para empresas de infraestrutura e rodovias, é a detecção de poluentes e substâncias tóxicas.

Através da coleta e análise de amostras de solo, ar e água, é possível identificar a presença de substâncias nocivas que possam estar afetando o ambiente, principalmente em projetos de construção de rodovias, onde o escoamento inadequado de produtos químicos ou resíduos de construção podem contaminar o ambiente circundante.

A detecção precoce permite a adoção de medidas corretivas, minimizando o impacto ambiental e legal para a empresa.

Proteção da saúde pública

O monitoramento ambiental não é apenas sobre proteger os ecossistemas; ele também tem implicações diretas para a saúde pública. As empresas de infraestrutura são frequentemente responsáveis por grandes projetos que têm potencial para afetar a qualidade do ar e da água em áreas habitadas.

Monitorar esses aspectos de forma contínua pode ajudar a garantir que os padrões de qualidade sejam mantidos, protegendo a saúde da população local e evitando consequências legais para a empresa.

Conservação da biodiversidade

A biodiversidade é um indicador da saúde ambiental, e sua preservação é de interesse para todos, incluindo empresas de infraestrutura e rodovias. O monitoramento ambiental ajuda na identificação de qualquer alteração na fauna e flora locais.

Por exemplo, a construção de uma nova rodovia pode fragmentar habitats e afetar espécies locais. Um monitoramento cuidadoso pode fornecer os dados necessários para implementar medidas mitigadoras, como a construção de corredores de fauna ou replantio de áreas afetadas.

Monitoramento da qualidade da água

A água é um recurso rapidamente afetado por atividades industriais e de construção. Empresas de infraestrutura envolvidas na construção ou manutenção de rodovias devem ser especialmente cautelosas quanto ao gerenciamento de águas pluviais e escoamento.

O monitoramento da qualidade da água em rios, lagos e aquíferos próximos a esses projetos é extremamente importante. Ele não só assegura que os padrões legais estão sendo cumpridos, mas também serve como um indicador precoce para qualquer problema potencial que possa exigir ação imediata.

Conforme visto, o monitoramento ambiental oferece uma variedade de benefícios que são especialmente relevantes para empresas de infraestrutura e rodovias. Ele serve como uma ferramenta proativa para a gestão responsável de recursos, proteção da saúde pública, e conservação da biodiversidade.

Além disso, ajuda as empresas a se manterem em conformidade com leis e regulamentos, evitando penalidades e reforçando sua reputação como entidades socialmente responsáveis.

Prevenção de desastres naturais

Um dos benefícios mais observados do monitoramento ambiental, especialmente para empresas de infraestrutura e rodovias, é a capacidade de prevenir desastres naturais ou mitigar seus impactos.

Por meio do monitoramento contínuo de condições climáticas, qualidade do solo e movimentos da água, é possível identificar riscos como erosão, deslizamentos de terra e inundações.

Muito relevante para empresas que gerenciam grandes projetos rodoviários, onde esses tipos de riscos podem resultar em enormes prejuízos financeiros, para não mencionar o potencial perigo para vidas humanas.

Avaliação do impacto das atividades humanas

O monitoramento ambiental permite uma avaliação precisa do impacto das atividades humanas no meio ambiente. Empresas de infraestrutura e rodovias frequentemente enfrentam o desafio de equilibrar o desenvolvimento com a sustentabilidade.

Monitorar os efeitos da construção e manutenção de estradas em ecossistemas locais fornece insights importantes sobre o impacto sobre a fauna e flora locais, emissões de poluentes e a qualidade da água e do ar.

A avaliação contínua ajuda as empresas a adaptar suas práticas para minimizar impactos negativos, tornando o desenvolvimento mais sustentável no longo prazo.

Mais conteúdos Kartado:

Cumprimento de regulamentações ambientais

Em muitos países, há leis e regulamentações rigorosas relativas ao meio ambiente que as empresas de infraestrutura e rodovias devem seguir. O não cumprimento dessas leis não apenas resulta em penalidades significativas, mas também danifica a reputação da empresa.

O monitoramento ambiental é uma ferramenta para assegurar que todas as atividades estejam em conformidade com os padrões legais. Além de evitar multas e ações judiciais, o cumprimento proativo das regulamentações também melhora a imagem pública da empresa.

Aplicativo | App para monitoramento ambiental Kartado

Monitoramento ambiental é um processo de coleta de dados e acompanhamento contínuo das variáveis ambientais, com o objetivo de identificar e avaliar as condições dos recursos naturais de determinada localidade.

Qual a diferença entre uma APA é uma APP?
Como fazer o monitoramento ambiental?
Quais as ferramentas de monitoramento ambiental?
O que é APP gestão ambiental?

Esse conjunto de medições aponta como está a natureza naquele momento e permite a projeção para o futuro, identificando a evolução da deterioração ao longo do tempo.

Agora, pense em um software capaz de otimizar tudo que você precisa para realizar esse monitoramento de uma forma simples, prática e objetiva… Pensou?

Com nosso software de Monitoramento Ambiental você pode: 

  • Gerenciar e notificar equipes de campo para monitoramentos;
  • Gerenciar as tarefas individuais ou coletivas;
  • Criar tarefas, relatórios e demais procedimentos.

Assim, você obterá diversos benefícios, como:

  • Monitoramento dos pontos críticos;
  • Manutenção preventiva;
  • Antecipação de problemas;
  • Aumento da confiabilidade;
  • Redução de custos;
  • Centralização de documentos de projetos;
  • Acompanhamento da capacidade produtiva;
  • Controle do tempo de atendimento de demandas;
  • Entre outros.

Quer saber mais sobre como o aplicativo de monitoramento ambiental da Kartado pode te ajudar? Vem com a gente: entre em contato com os nossos consultores!

Veja também:

Cadastre-se gratuitamente na Edu.Kartado e receba os conteúdos em primeira mão!

Não se preocupe, seremos gentis com a sua caixa de entrada! :)

    Nome

    E-mail

    Empresa